Resenha - Garota Exemplar

quarta-feira, 22 de julho de 2015
Título: Garota Exemplar.
Autor(a): Gillian Flynn.
Número de páginas: 443.
Editora: Intrínseca.


Por: Brenda Sousa.

"... se você está prestes a fazer algo, e se quer saber se é má ideia, imagine impresso no jornal para o mundo todo ver." 
Garota exemplar, Gillian Fynn.


        Amy Elliot e Nick Dunne se conheceram a sete anos atrás. Tudo aconteceu como mágica, como é a vida em Nova Iorque e como sempre fora a vida de Amy, de acordo com seus pais na série "Amy Exemplar", escrita por eles durante toda a infância dela. O livro retrata uma Amy certinha, perfeita e obediente. Amy sempre soube que não era nenhum um pouco assim e todos os seus fracassos eram trazidos de forma totalmente oposta no livro: sempre que a Amy real fracassava, a Amy exemplar tinha sucesso em algo. Durante toda a sua vida, Amy teve a série como um fantasma.

Quando Amy e Nick se conheceram, ela era uma garota boa, ou ao menos demonstrava ser. A garota com quem todos os homens sonham em casar. Casaram-se, de fato, e viviam em Nova Iorque, perto dos pais dela e longe de toda a família dele (seus pais e sua irmã gêmea, Margo). Em um certo momento do livro, Nick e Amy perdem seus empregos e, pouco depois, ele recebe a notícia de que sua mãe está com câncer estágio 4 e precisa de ajuda, ainda que com poucas chances de sobreviver. Nick então, sem consultar Amy, decide que vão se mudar para o Missouri, para que possam ficar perto da família dele. Amy se chateia um pouco com a situação e a partir daí as coisas começam a mudar drasticamente em sua vida.


A vida no Missouri era vazia demais para ela. A única pessoa que tinha era ele e o casamento já não era tão sonhador como no início, quando as caças ao tesouro eram divertidas e apaixonadas, mesmo que Nick nunca tenha sequer descoberto metade das dicas dela nos aniversários de casamento. Para tentar ter algo em mente, Nick pede dinheiro emprestado a Amy e abre um bar junto com Margo, que seria agora a sua fonte de renda, a chance de prover a vida da sua esposa, desempregada como ele, na nova cidade pacata demais. 

Em dois anos morando no Missouri, Amy e Nick se afastaram mais e mais a cada dia. No 5º aniversário de casamento dos dois, Nick sai pela manhã para dar uma volta na praia (sendo que ele odeia praia). Ao retornar para casa, após um telefonema do vizinho para o seu celular, Nick encontra a casa aberta e o gato deles na frente da casa. Ao entrar, há uma provável cena de briga, com vidros quebrados e um divã virado e Amy está desaparecida. Nick telefona para a polícia e as investigações iniciam. 

No decorrer da história, todas as pistas começam a apontar para ele e pouco a pouco toda a população que estava noticiada sobre o desaparecimento de "Amy Exemplar" fica contra Nick Dunne, que jura ser inocente. E nós, leitores, como ficamos nisso? Desde o princípio do livro vemos a visão do Nick do seu dia a dia com sua esposa e a visão de Amy através de um diário escrito por ela mesma durante alguns anos. A minha visão oscilou durante todo o livro entre: "Nick está certo!", "Amy é louca!"  e "Nick é um pobre coitado idiota", "Amy é psicopata". Várias, várias, várias vezes. Essa é a sensação gostosa de ler "Garota Exemplar". Até os últimos capítulos eu não fazia ideia de que desfecho a história poderia ter e, ao ler as últimas páginas, finalizei o livro com a expressão de "WTF??". 


Gillian Flynn tem uma mente brilhante do começo a o fim da história, cheia de detalhes explicados até o fim do livro, com personagens muito bem encaixados nos seus papeis e muito bem formulados. Amy se mostra uma mente psicopatamente (essa palavra existe?) brilhante e faz com que a gente queira entender cada passo dado por ela desde a sua adolescência, até conhecer Nick e no decorrer de seu casamento. Os persgonagens coadjuvantes, tanto policiais, quanto família, advogado e jornalistas tem um papel interessante e importante na história, e aos poucos nos vemos apoiando as posições de um ou outro, ou mesmo gritando em nossas mentes para que alguns acordem e vejam o absurdo que está acontecedo na história.

Para quem ainda não leu, "Garota exemplar" é extremamente contagiante e gostoso de ler, ao mesmo tempo que é tenso e angustiante de acompanhar. Logo que acabei de ler assisti o tão falado filme e, como sempre, senti falta da forma como algumas coisas acontecem no livro e achei outras partes exageradas (como a famosa cena da garganta, por exemplo). Mas  AMEI ver Neil Patrick Harris (a.k.a. Barney Stinson) no filme, e acho que a escolha de todos os atores foi bem feita também. No geral, o filme ficou bem legal, mas ainda sem se igualar ao livro (o que compreendo que seria de fato muito difícil de acontecer). 

TRAILER DO FILME - GAROTA EXEMPLAR
(Achei hilário colocarem essa música no trailer. hahahaha)
Brenda Sousa
21 anos. Baiana. Blogueira, leitora viciada, apaixonada por séries de TV. Graduanda em Fonoaudiologia. Criadora do @PostandoTrechos
0 Comentários | BLOGGER
Comentários | FACEBOOK

0 comentários:

Postar um comentário

 
© Postando Trechos, VERSION: 02 - Dentro do céu - Agosto/2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Maidy Lacerda
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo