Resenha - O que me faz pular.

sexta-feira, 7 de agosto de 2015
Título: O que me faz pular.
Autor(a): Naoki Higashida.
Número de páginas: 190
Editora: Intrínseca.



Por: Brenda Sousa

"Não se pode julgar uma pessoa pela aparência. Mas, a partir do momento em que você entende o que acontece dentro do outro, vocês dois podem se tornar bem mais próximos." 
O que me faz pular, Naoki Higashida.




     "O que me faz pular" é um livro escrito por um garoto autista de 13 anos, utilizando um dispositivo criado por sua mãe que facilita o seu processo de escrita. Não é uma história de ficção, mas sim uma forma de responder a diversas perguntas sobre o autismo que a maioria das pessoas não faz ideia da resposta. Cada capítulo é a resposta de uma pergunta, nunca maior do que duas páginas. O garoto Naoki nos traz a sua visão de mundo, explica porque a maioria dos autistas se comporta de certa forma, tenta nos mostrar um pouquinho do que é o mundo de um autista.

Durante o livro, entre alguns capítulos, temos contos que, de alguma forma, estão relacionados com a temática do livro. Contos estes também escritos pelo garoto. Como sou uma pessoa que está se formando na área de saúde e posso trabalhar com esses casos, o livro foi incrível para mim. E acho que qualquer pessoa que lê-lo terá a mesma sensação ao descobrir um pouquinho mais sobre como funciona o mundo de um autista, seu corpo, sua forma de se relacionar, sua forma de enxergar as coisas ao seu redor. 

Logo de cara temos a introdução do livro feita por David Mitchell, que é autor de dois livros e tem um filho pequeno também autista. A opinião dele me empolgou bastante para iniciar a leitura, pois ele traz a visão dele como pai, como alguém que não faz ideia do que está acontecendo com o seu filho, mas mesmo assim precisa estar ali para ele o tempo inteiro. David diz que, ler o livro escrito por Naoki, foi como ver o mundo do seu filho se abrir para ele. E, apesar de eu não conhecer nenhum autista e nem ter contato com nenhum sujeito autista, para mim foi uma sensação indescritível ler essas palavras, saber que elas são reais, que vem de alguém que realmente vive tudo aquilo. 

O livro termina com um conto maior, que busca nos trazer uma mensagem. O meu objetivo não é explicitar essa mensagem aqui, até porque acho que ela vai ser interpretada de uma forma muito diferente por cada um que ler este conto. É tocante, triste e renovador. Só o que posso dizer é isso.

Por fim, não vou me alongar mais. Não há muito o que falar, pois alguns livros tem o poder de, com tantas palavras lidas, nos deixar sem palavras. Ele entrou para a lista dos meus preferidos, dos meus xodós, de uma forma semelhante a "Extraordinário", de R. J. Palacio. Indico a leitura para aqueles que tem curiosidade, que querem conhecer um pouco mais, tanto como profissionais, como seres humanos de bom coração. Vale a pena. É sempre bom compreender um pouquinho do mundo do outro antes de falar, certo? Essa é uma ótima oportunidade.
Brenda Sousa
21 anos. Baiana. Blogueira, leitora viciada, apaixonada por séries de TV. Graduanda em Fonoaudiologia. Criadora do @PostandoTrechos
10 Comentários | BLOGGER
Comentários | FACEBOOK

10 comentários:

  1. Caramba, li esse livro a pouco tem e tô devendo resenha dele lá no blog.
    Fiquei tão louca quando li que precisei emprestar assim que acabei, precisava divulgar ele para pais de filhos autistas. Tem tanta gente que precisa ler esse livro, ele é maravilhoso.
    Quando ele voltar pra mim faço resenha :)

    Beijos,
    www.naestradadafantasia.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu já emprestei o meu também!! Livros assim merecem dar voltas e voltas pelo mundo mesmo! É o mínimo que podemos fazer. Demais, né? Eu gostei de ter tido a oportunidade de lê-lo.

      Faça sim!! *_*
      Beijos!

      Excluir
  2. Ainda não tinha ouvido falar sobre esse livro, mas assim que você comentou de autismo eu senti que ia gostar da premissa! Deve ser um livro ótimo pra situar as pessoas, passar conhecimento a respeito da doença

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br
    Tem resenha nova de "Caixa de Pássaros" no blog, vem conferir!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É sim. É uma coisa que muita gente ouve falar mas não sabe do que se trata. Esse garoto me deixou com os olhos cheios de lágrimas e ao mesmo tempo contente por ter uma visão ampla sobre as vivências de um sujeito autista.

      Beijos!

      Excluir
  3. Oi!

    Não conhecia a sinopse do livro, mas já tinha visto a capa pela net. Parece interessante!
    Anotei aqui para ler futuramente.

    Beijos!

    Cintia
    http://www.theniceage.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia sim, quando puder. Vale a pena!!

      Beijos!

      Excluir
  4. Olá,
    Não conhecia esse livro Ainda mas agora fiquei interressado !!
    Lerei em breve
    Um Abraço

    Www.doctorleituras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Eu realmente me interessei pelo livro, ter uma ideia do que realmente acontece no livro é inspirador! Também sou da área da saúde, e qualquer livro de demonstra tanto altruísmo e sentimento, me encanta.
    Preciso lê-lo!

    Beijos!
    http://manhemedaumlivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente!! Faz a gente pensar no que podemos fazer para ajudar e entender melhor sobre esse tipo de coisa nos torna, além de tudo, mais humanos, eu acho. Leia sim!

      Beijos!!

      Excluir

 
© Postando Trechos, VERSION: 02 - Dentro do céu - Agosto/2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Maidy Lacerda
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo