Resenha - Eu vejo Kate (O despertar de um serial killer)

quinta-feira, 29 de outubro de 2015
Título: Eu vejo Kate - O despertar de um serial killer
Autor(a): Claudia Lemes
Número de páginas: 389
Editora: Empíreo

AVISO: Sim, a resenha ficou enorme, mas vale a pena ler! É um livro intenso, com muito a nos dizer, muitas emoções para nos fazer sentir e não é possível falar dele escrevendo menos do que isso. 

Por: Brenda Sousa

"Nós somos humanos, ficamos abalados com o que vemos, e choramos em nossas camas, enquanto, ao mesmo tempo, somos viciados no sangue e terror do trabalho. Somos em parte serial killers de nós mesmos, quando se trata do que está acontecendo em nossas mentes."
Eu vejo Kate, Claudia Lemes


Nathan Bartham Bardel é uma serial killer conhecido por matar cruelmente e de forma característica as suas vítimas, sempre mulheres, na cidade de Blessfield. Ou melhor, costumava ser. Nathan agora está morto. Katherine Dwyer é uma escritora que acaba se interessando muito pela história de Bardel e decide escrever sua biografia, sem saber que estava se metendo numa grande enrascada desde então. Ryan Owen é um ex agente especial do FBI, que hoje vive sozinho, e foi o responsável por encontrar e prender Nathan Bardel. Todos eles estão conectados, ainda que não tenham conhecimento disso tão cedo.

Ao decidir escrever a biografia de Nathan, Kate mergulha de cabeça na sua história, seu métodos, seu crimes, suas vítimas, suas entrevistas e seu julgamento. É neste aprofundamento que ela encontra Ryan Owen, responsável por guiar o interrogatório do serial killer. Kate monta uma parede na sua casa com fotos, trechos de jornais e informações sobre Bardel, a fim de tornar mais legítimas as suas observações e momentos de escrita. Ela decide encontrar-se pessoalmente com Owen e pedir-lhe informações e auxílio para escrever o livro. Neste mesmo período, a sua editora lhe implora para que ela desista de escrevê-lo, porque eles não querem mais publicar a tal biografia de Nathan Bardel. Kate fica confusa com a desistência sem maiores explicações, mas não desiste. Mal sabia ela que aí começava uma teia de complicações.

Ryan decide ajudar Kate na sua corajosa atitude e com essa decisão eles acabam se envolvendo mais do que profissionalmente e Ryan percebe que a obsessão de Kate com relação ao assassino está passando dos limites. Ele lhe explica a sua vida, porque sua esposa o deixou levando seu filho e porque ele foi afastado do FBI. Tudo relacionado ao caso Bardel. E ainda assim, isso não faz com que ela desista. 

Kate está recém separada de um namorado problemático que a traiu, porém, mesmo com toda a sua raiva, ela se deixa ser "possuída", sexualmente falando, nos momentos em que Dale aparece em sua porta. Esse é um dos pontos na vida de Kate que deixa Ryan furioso e faz com que Dale seja suspeito dos primeiros acontecimentos macabros da história. Kate recebe uma caixa em sua casa, contendo ameaças e fotos de Ryan com uma outra mulher que não sua esposa. Diante disto, Ryan decide passar a noite no apartamento dela, apenas para garantir que nada lhe aconteça. Ryan dorme no sofá e Kate no quarto. Nesta noite, no apartamento vizinho, Jennifer (vizinha de Kate) é assassinada brutalmente no estilo Nathan Bardel em todos os detalhes. Mas, lembremos, Nathan Bardel está morto e Ryan e Kate dormiram separados, portanto não são bem álibis confiáveis um para o outro.

Sobre a morte do serial killer podemos ter completa certeza. Bardel é um dos narradores da história e, em espírito, alma penada, aparição ou sabe-se lá o que, ele consegue ver cada passo de Kate. Ele se interessou por ela no momento em que ela decidiu escrever a sua biografia e desde então passa muito tempo ao seu lado. Durante toda a história ele se reveza entre Kate e Ryan e é ele mesmo quem descobre quem é o assassino antes de todos. E nós, leitores, continuamos com a grande dúvida: Quem está matando as mulheres de Blessfield, se Bardel está morto?". 

[...]

Desde o começo do livro a história é intensa, forte, carregada de emoções de todos os gêneros e de uma grande parcela de tensão. A história é narrada alternando os momentos de Kate, Ryan e Owen, inicialmente, e depois de um tempo a partir da visão do assassino (sem que saibamos ainda quem ele é). Eu sou uma grande leitora deste gênero literário, e preciso dizer que "Eu vejo Kate" está, sem dúvidas, na minha lista de favoritos de 2015 e acredito que de favoritos da vida. Não se encontra falhas na história, em momento algum ela perde o fôlego ou nos faz desanimar com a leitura. São segundos atrás de segundos de desespero e curiosidade instigadas em nossas mentes, com um tremendo poder sobre nós (acho que roí algumas unhas. Só algumas). É uma narrativa que não demora muito para começar a acontecer de forma emocionante e não entrega as respostas que queremos apenas no final, como muitos outros livros do gênero fazem. "Eu vejo Kate" nos conta, sim, quem é o assassino, mas isso não se torna o desfecho do livro, mas faz com que desejemos mais e mais e mais. 

Na introdução do livro, Claudia Lemes nos explica um pouco sobre o seu processo de escrita para o livro e fala sobre o motivo para ter feito este livro tão pesado, cheio de detalhes e não poupando nenhum dos fatos encontrados e descobertos durante seus intensos anos de pesquisa dedicados a este trabalho. Li a introdução e me arrepiei com suas palavras. Por isso digo que para ler este livro é preciso ser forte, sim, pois não temos nenhum momento de ilusão ou de tentativa de tornar as coisas melhores, mas sim uma realidade. Uma realidade que acontece a cada minuto no mundo inteiro e a mídia insiste em nos passar como se fizesse parte de um conto de fadas. Claudia Lemes é real, direta, intensa e clara em tudo que quer nos dizer. É isso que faz de "Eu vejo Kate" uma obra de excelência, que merece sucesso e atenção! 

Uma coisa que me chamou muita atenção fisicamente no livro foi a sua arte de capa (imagem ao lado). Já achei muito bonita quando vi, mas acho que dei uma boa viajada enquanto lia a história e a analisava. Não sei se é Bardel ou Ryan com a mulher na capa, mas tive as duas possibilidades em mente. Optei por escolher Ryan. Por que? Ryan e Kate estão próximos, os desenhos são formados por sangue que, para mim, representa a intesidade e realidade da história, e fazendo um esforço na imaginação, enxerguei um coração, mas com nada de poético nisso, apenas representando a relação dos dois. Com essa visão, enxergo o "X" como sendo a representaçao de Bardel, uma vez que ele não está presente fisicamente e sim em espírito, acreditei que seria uma forma de dizer: "Ele está presente ao lado de Ryan e Kate". Será que eu viajei demais? hahahaha

Por fim, "Eu vejo Kate" é um livro que vale à pena, seja para abrir os olhos, para sentir a forte emoção de uma boa leitura, para entender que a mente do ser humano é um labirinto sem saída e sem explicações concretas. É um livro sensacional, fantástico, incrível. Eu poderia utilizar todos os adjetivos em sua máxima intensidade para descrevê-lo. Ele me tomou de corpo e alma, me fez lê-lo como quem devora um enorme prato de sua comida preferida. É apenas isso que digo para indicar a leitura. Espero que entendam e sintam o poder deste livro.


Para quem se interessar, é só clicar AQUI e comprar seu exemplar do livro. Vale à pena! Sigam também a PÁGINA DE "EU VEJO KATE" NO FACEBOOK.
Brenda Sousa
21 anos. Baiana. Blogueira, leitora viciada, apaixonada por séries de TV. Graduanda em Fonoaudiologia. Criadora do @PostandoTrechos
36 Comentários | BLOGGER
Comentários | FACEBOOK

36 comentários:

  1. Acho que qualquer mero mortal que se aprofundar na história de um serial killer acaba se envolvendo demais. Deve ser muita loucura e muitas pontas soltas pra que deixemos de lado!
    Fiquei com vontade de ler!

    Beijos

    Fabi Carvalhais
    pausaparapitacos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente! Se joga, porque é realmente muito bom. Uma qualidade de informação que se vê em poucos livros do gênero.

      Beijos!!

      Excluir
  2. Oie,
    não conhecia o livro, mas acho que não leria. Não parece ser meu estilo de história

    bjos
    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Entendo. É preciso gostar muito do gênero, porque ele é bem forte e bem realista. :)

      Beijos

      Excluir
  3. Olá! Primeira vez aqui e amei seu blog! Já gostei desta indicação de livro!

    www.livrosterapias.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! Fico feliz que tenha gostado de ambos! Seja bem vinda. <3

      Beijos!

      Excluir
  4. Fiquei louca pra ler esse livro! Adoro esse tipo de história, fora que parece prender do começo ao fim!
    Sem dúvidas foi pra minha listinha de livros que quero ler até o final do ano!
    Obrigada pela dica!
    Beijos
    www.somosvisiveiseinfinitos.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. SIIIIM! Foi exatamente assim que eu me senti. É desesperadora e fantástica! Espero que leia e goste!

      Por nada!

      Beijos!

      Excluir
  5. Que resenha maravilhosa, adorei. Me encantei pelo livro também, já adicionei na minha listinha de leituras.

    Beijinhos

    vrodoreseconspiracao.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada!! Espero que tenha a oportunidade de ler e goste bastante!

      Beijos

      Excluir
  6. Essa é a segunda resenha positiva que leio sobre esse livro e apesar de estar morrendo de curiosidade com o seu conteúdo não tenho certeza se teria estômago para lê-lo, pois li que contém cenas de estupros em detalhes e essa é uma fraqueza minha. Simplesmente não conseguiria aguentar, fico super gelada quando acabo lendo algo assim e passando por dias.
    Estante de uma Fangirl

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim sim. É preciso ter um psicológico muito bem preparado, porque é um livro pesado mesmo. Estou até hoje com meus pensamentos no assunto, mas por um lado eu acho bom qe seja tratado assim, para abrir os olhos daqueles que acham que esse tipo de coisa não acontece né... Mas, enfim, é preciso estar preparado(a) para ler.

      Excluir
  7. Não vejo a hora do livro chegar aqui em casa, quando vc me convidou para o book tour, após ler a sinopse eu já tive a certeza de que iria adorar a leitura! Gosto de livros que mexem com a nossa mente.

    Beijo, Vanessa Meiser - Retrô Books
    http://balaiodelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. SIIIIM! Em breve e espero que você goste tanto quanto eu gostei, porque a dedicação da autora foi incrível e o resultado não deixa dúvidas disso. Obrigada mais uma vez por aceitar participar do booktour! *_*

      Beeeeeijos!

      Excluir
  8. Preciso ler esse livro, que incrível e envolvente, fiquei mega curiosa para saber quem é o assassino.

    Beijos
    http://pimentasdeacucar.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma revelação também muito forte! =O Se joga e espero que goste!

      Beijos

      Excluir
  9. Olá Flor
    Eu simplesmente adoro Historias que envolve seral Kiler, dependendo do caso talvez eu ficaria tão obcecada quanto ela HAHAHAH eu gosto de estudar a mente humana, mas não quer dizer que seja algo agradável, então e obvio que esta incluindo na minha lista.
    Beijos
    http://resenhaatual.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara! kkkk É muito desesperador isso. Acho a mente humana é fascinante, né? Obaaa, espero que consiga ler e goste tanto quanto eu!

      Beijos!

      Excluir
  10. Olá!
    Quando você disse a palavra 'intenso' logo no início da resenha, você já prendeu minha atenção.
    É o tipo de livro que eu mais amo, aquele que mexe com você e te prende intensamente!!!
    Sua resenha foi MUITO completa. Sua empolgação foi passada por suas palavras, parabéns pelo texto, sério mesmo.
    E agora? Eu quero ler o livro, como faz? HAHAHAHA Vou deixar aqui na minha lista, assim que der, eu compro!
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muuuito obrigada! *_* A intenção era essa, porque o enredo do livro merece demais! LEEEIA. Compre ele e leia, o preço vale à pena! (E eu digo isso muito pouco para livros acima de 30 reais kkkk). Espero que possa ler e goste tanto quanto eu!!

      Beijos!!

      Excluir
  11. Eu amo histórias desse gênero, e essa com certeza chamou muito minha atenção.

    Amei sua resenha, fiquei muito curiosa e com muita vontade de ler e tentar adivinhar quem é o Serial Killer!

    Beijos,

    http://sweetlikecaramel.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obaaa! Fico feliz que tenha conseguido te passar a emoção que eu senti durante a leitura. Espero que consiga ler e goste!

      Beijos!!

      Excluir
  12. Olá, adorei seu blog e a resenha, as minhas tbm costumam ficar grandinhas, mas quando o livro é bom a gente não consegue parar de falar sobre ele, parabéns!

    Beijokas da Quel ¬¬
    Literaleitura

    ResponderExcluir
  13. UAL! Fiquei toda empolgada só de ser sua resenha, não conhecia o livro, amei essa capa e estou muito curiosa pela leitura, a premissa me conquistou completamente, sou fã do gênero e já adicionei o livro na lista de desejados! Ótima resenha!

    Obrigada pelo carinho. Beijos :*
    Claris - Plasticodelic

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obaaa! Espero que consiga ler e se empolgue tanto quanto eu! *_*

      Beeeeeijos!

      Excluir
  14. Geeeeeente, que resenha fantástica!
    Eu já li muitos comentários positivos a respeito dessa obra e da escrita da autora e até me interessei por ela, mas nenhuma resenha me deixou mais ansiosa e curiosa por conhecer o enredo do que a sua. Parece ser uma história que mexe verdadeiramente com a mente de cada leitor. Me arrepiei ao saber que é tudo narrado pelo próprio Nathan. Eu preciso ler esse livro e logo! Espero poder ter a oportunidade em breve. :3

    Também já estou seguindo seu blog. ♥
    Beijos,
    Fernanda F. Goulart,
    Império Imaginário.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada!!! *_* A intenção era exatamente essa! Ela destrói seus neurônios se você não parar e respirar! Muito boa! =O

      Espero que possa ler e goste!
      Obrigada *_*

      Beijos!!

      Excluir
  15. Você precisa parar com isso :( é a segunda resenha que leio aqui e me deixa louca de curiosidade. Sério, já marquei como desejado e sem dúvidas logo vou ler, adoro o gênero policial e ainda mais tendo um toque de romance junto, além de que, quem diabos está cometendo os assassinatos então?? Oh deeeus!! E ah, já li Gelo Negro AHUAHA farei resenha hooje

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/
    Tem especial de halloween lá no blog, vem conferir!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkkkkk Entendo isso de aumentar significantemente a lista de desejados! kkk Mas esse vale à pena mesmo! *_* Leeeeeia! Muito bom.
      E Gelo negro teve um final bem diferente do que eu esperava, mas eu gostei bastante =O

      Beijos!!

      Excluir
  16. AMO DEMAIS LIVROS ASSIM! Sério! Parece que tenho mais um livro pra minha lista de leituras, que já não é muito grande, ein HSUAHUSHAUHSUAH
    Beijos,
    Borboletas de papel

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sei bem como é! kkkkkk Espero que consiga ler e goste!

      Beijos!!

      Excluir
  17. Nunca tinha visto um livro com uma historia tão envolvente assim.
    Fiquei cm muita vontade de ler!!!
    Adorei a resenha♥
    http://www.pensamentosdefabs.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Estou louca para ler esse livro desde o lançamento!!
    Depois da sua resenha, mais ainda!!

    Infinitos Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito bom!! Espero que possa ler e curta tanto quanto eu!

      Beijos!

      Excluir

 
© Postando Trechos, VERSION: 02 - Dentro do céu - Agosto/2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Maidy Lacerda
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo