Pais literários

domingo, 14 de agosto de 2016
Fonte: Google Imagens

Olá, leitores!

Para comemorar o dia de hoje, em homenagem aos papais da vida real, trazemos um post com alguns dos papais fofos que temos nesse mundo literário. Se tiverem mais ideias, comentem! Pegamos só alguns para fazer esta homenagem singela aos pais. 


A última música - Nicholas Sparks
Este é um dos livros de Nicholas Sparks que (obviamente) nos arranca muitas lágrimas, porém não direcionadas ao romance em si, mas à relação entre pai e filha. O livro tem momentos lindos, emocionantes e triste, e nos faz refletir sobre as nossas vidas, a importância da nossa família e sobre as nossas atitudes diárias para com os nossos pais. Tive crises e mais crises de choro durante a leitura, mas valeu MUITO a pena. 



Os anjos do tempo - Kevin J. Anderson
Eu trago esse livro porque apesar de o pai do nosso personagem principal aparecer muito pouco, fica muito clara a relação incrível com seu filho e a quantidade de sacrifícios que fez para cuidar do seu filho depois do desaparecimento de sua esposa. É o tipo de pai que faz o papel duplo e sabe ser bem sucedido com isso. 



Obrigada pelo chocolate -Laís Brancalhão




Esta é a minha leitura atual e eu já percebo claramente que paizão a nossa personagem principal tem. Por outro lado, a história também traz o pai do nosso outro personagem principal, e, infelizmente, ele não é o tipo de pai que se adoraria ter. Muito pelo contrário, é um pai disciplicente, que não se importa com o filho e não dá muitos bons exemplos. Mas assim é a vida, não é? Bons pais e pais ruins, e o livro traz certa oposição quanto a este ponto.

A coroa - Kiera Cass
Ohhhh! Como não falar do nosso amado Maxon? Eu escolhi o segundo livro da história da Eadlyn porque vi o Maxon atuar como um pai conselheiro de forma muito mais singela neste livro do que em "A herdeira". Até o fim da seleção, os olhares, as palavras e as atitudes de Maxon como pai me deixaram emocionada em vários momentos.



O diário da princesa - Meg Cabot
Temos aqui um pai meio atrapalhado, que não sabe muito lidar com a filha que acaba de saber que é princesa da Genovia. Mas no fundo, é um paizão. Responsável e carinhoso do seu jeito, que está ali para a filha, também do seu jeito. É um personagem que eu aprendi a gostar mais e mais até o final da série (incluindo o livro 11, recentemente lançado). 



A palavra não dita - Walcyr Carrasco




Esse livro é um resgate da minha infância. Na época da escola, ainda no ensino fundamental, a escola indicou a leitura deste livro e ele mexeu TANTO comigo que continua na minha memória até hoje, de forma bastante vívida. É a história sobre a ausência e a busca de um pai e eu posso garantir que é muito emocionante. Uma linda história. 







Fala sério, Pai - Thalita Rebouças
Ah, esse série fofa da Thalita! Os livros dessa série marcaram minha pré-adolescência de uma forma engraçada e não este não podia deixar de estar aqui, certo?



O papai é pop 2- Marcos Piangers
Esse livro é pura fofura e diversão do começo ao fim. Pura não, temos também a dura realidade de ser pai, responsável por duas crianças e compreender o que isso significa. Essa é, na verdade, a grande beleza das crônicas de Piangers neste livro: mostrar o que significa ter pequenos seres humanos atrás de você para tudo, te fazendo feliz, te ajudando, te divertindo e, ao mesmo tempo, te cansando, te estressando e te destruindo fisicamente. E há uma grande beleza por trás disso tudo. <3 



Jogando xadrez com os anjos - Fabiane Ribeiro
Neste livro, não se sabe ao certo o que seria da garotinha principal se não fosse esse pai tão zeloso. Apesar das condições de passar 1 ano longe da família e apenas um ou dois dias com os pais depois disto, o carinho e a relação entre a pequena e seu pai são um dos aspectos mais bonitos de toda a história. As lições passadas, as palavras de consolo e carinho são incrivelmente encantadoras. 



 Louco por elas - A.C.Meyer
O conto acabou de ser lançado (gratuitamente) pela Editora Universo dos Livros e eu acabei de ler (nem resenha temos ainda, hein?). É um conto sobre o primeiro dia dos pais de um dos personagens da série, que na verdade envolve o dia dos pais para os outros rapazes do "After Dark" também. É uma história curtinha e muito singela!




Brenda Sousa
21 anos. Baiana. Blogueira, leitora viciada, apaixonada por séries de TV. Graduanda em Fonoaudiologia. Criadora do @PostandoTrechos
10 Comentários | BLOGGER
Comentários | FACEBOOK

10 comentários:

  1. Oiii Brenda

    Não li nenhum dos livros citados.... que vergonha de mim....kkk
    Da Seleção li os tres primeiros e ainda não tive tempo pra conferir as ultimas sequências, mas esse lado paterno do Maxon me deixa curiosa.

    Beijos

    unbloglitteraire.blogspot.com.ar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahahha Vergonha nada! Tu já leu muitos outros, então não tem que se envergonhar. <3
      Ohhh, espero que consiga conferir. As opiniões são divididas, mas eu gosto muito. E o Maxon como pai é muito amorzinho. <3333

      Beeeeijos

      Excluir
  2. Oi Brenda ❤
    Já li alguns livros citados, e espero ler os outros. As suas fotos estão ficando cada vez mais bonitas. E Maxon é o pai de todo ano, ele mudou as regras por causa da filha.

    P.S. Ja disse que adorei o post e as fotos ❤

    Beijos, Enjoy Books

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muuuuito obrigada pelo elogio, Alice! *_*
      Siiim, o amor da vida. <3

      Beijooos

      Excluir
  3. Oi Brenda! O Sr. Finch de O sol é para todos e um paizão. Gostei das suas dicas, pretendo conferir.

    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ohhh, bom saber! Ainda não li esse. Espero que confira e curta. <3

      Beijos

      Excluir
  4. Oi Brenda! Que post fofo! Eu fico feliz em saber que o Maxon é um bom pai eu só li a primeira trilogia rs E o pai da Mia apesar das atrapalhadas é ótimo!! Adorei sua lista!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahahaha Lê o resto! *_*
      Sim, ele é divertidíssimo! hahaha

      Beijooos

      Excluir
  5. Post legal!
    Tbm achei o Maxon um ótimo pai em A Coroa, a América que eu achei meio apagadinha nos dois lovros da Eadlyn...
    A última música tbm merece estar na lista!
    Bjs
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim sim. Verdade isso. Acho que foi para os fãs não ignorarem a Eadlyn, sabe? haha Mas ainda assim amor eterno pela nossa rainha. <3

      Beeeeijos

      Excluir

 
© Postando Trechos, VERSION: 02 - Dentro do céu - Agosto/2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Maidy Lacerda
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo