Resenha – No meio do caminho tinha um amor

quinta-feira, 18 de janeiro de 2018
Título: No meio do caminho tinha um amor
Autor: Matheus Rocha
Número de páginas: 179
Editora: Sextante



Por: Brenda Sousa

“Viver é uma coisa que me assusta cada dia mais, mesmo tendo ainda toda essa coragem de principiante sonhador para desbravar esse mundo por aí afora.” 
No meio do caminho tinha um amor, Matheus Rocha.

Sabe quando parece que um livro chegou até você no exato momento em que deveria ter chegado? Que cada palavra escrita nele foi dita exatamente para você, no exato momento em que você está vivendo, para o exato ser humano que você é hoje? Pois então. Foi o que aconteceu comigo sobre “No meio do caminho tinha um amor”, de Matheus Rocha, autor do blog Neologismo.

O Matheus tem uma forma de escrever que não poupa palavras, que não poupa sentimentos, não fica de mais verdades ou eufemismos, mas passeia pelo amor expondo todas as feridas que ele causa, porém deixando bem claras, também, suas grandes maravilhas. O livro se divide em “Fim”, “Meio” e “Começo”, nesta ordem mesmo (entenda como quiser), e nos mostra inúmeras verdades que às vezes nós mesmos evitamos ou fingimos não enxergar.

São textos cheios de sentimentos. Textos fortes, verdadeiros, que te fazem atribuir significados muito profundos para diversas experiências que você já viveu em toda a sua vida até o momento. Sempre comento que um livro nunca é o mesmo para duas pessoas, mas esse tem esse poder potencializado, multiplicado. Suas palavras tocam, comovem, mexem com você de uma forma irreversível. Ao final, você será um ser humano completamente diferente, ou ao menos muito mais reflexivo. Eu diria até muito mais poderoso.


Além de uma escrita, por que não, mágica, o livro tem ilustrações singelas, delicadas e muito fofas, que combinam com a aura de falar sobre amor e todas as suas consequências. Desenhos e frases de cada texto acompanham cada capítulo e tornam a leitura ainda mais gostosa. Prova disso é que li o livro em cerca de 3-4h numa tarde de sexta-feira. Que delícia! Leria todinho de novo, e aposto que já atribuiria significados diferentes a cada trecho.

Aliás, uma pessoa cujo blog/Instagram se chama Postando Trechos enlouqueceu com este livro! Marquei trechos e mais trechos, esgotei meus post its (socorro, Matheus!) e não me arrependo nem um pouco. Tive até que me segurar em alguns momentos. Talvez o livro devesse ser escrito num post it e tornaria meu trabalho bem mais fácil. Hahaha

Eu indico esse livro para todo mundo que já amou, está amando, quer amar ou acha que nunca mais vai amar na vida. Dá uma revigorada, anima e aquece o coração. Enche de esperança, mas não de um jeito fantasioso e sim repleto de consciência e desejo de ser, acima de tudo, feliz. A frase que fica, das 179 páginas lidas, dentre muitas outras é: Permita-se sentir! Mas permita-se mesmo, verdadeiramente, sem medos, julgamentos e inseguranças. Será que somos capazes?




Brenda Sousa
21 anos. Baiana. Blogueira, leitora viciada, apaixonada por séries de TV. Graduanda em Fonoaudiologia. Criadora do @PostandoTrechos
0 Comentários | BLOGGER
Comentários | FACEBOOK

0 comentários:

Postar um comentário

 
© Postando Trechos, VERSION: 02 - Dentro do céu - Agosto/2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Maidy Lacerda
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo