Resenha – Quem sabe um dia

quinta-feira, 4 de janeiro de 2018
Título: Quem sabe um dia
Autora: Lauren Graham
Número de páginas: 368
Editora: Record



Por: Brenda Sousa

“Li em algum lugar que o pensamento positivo é muito poderoso, e que devemos treinar a mente para pensarmos em coisas felizes com mais frequência [...].”
Quem sabe um dia, Lauren Graham

Franny Banks é uma atriz em busca da sua grande oportunidade para crescer na carreira. Atualmente, trabalha à noite, enquanto estuda teatro durante o dia e corre atrás das grandes chances. O fato é que fora alguns comerciais aqui e ali, não está nada fácil se manter no caminho do seu sonho. Por sorte, ela não está sozinha nisso. Seus amigos e companheiros de apartamento Jane e Dan lhe dão total apoio, enquanto lutam pelos próprios sonhos.

Certo dia, em uma peca encenada como apresentação da escola de teatro, na qual havia alguns olheiros buscando novos talentos, Franny consegue duas entrevistas com empresas que poderiam lhe ajudar a subir na carreira e seguir o caminho que sempre sonhou. Dentre a falta de dinheiro para viver, um trabalho precário à noite, e duas agencias para escolher, Franny precisa pensar com cuidado e optar pelo melhor caminho. E no meio de tudo isso, ainda precisa lidar com os dilemas de uma jovem que vive com sentimentos confusos por pessoas diferentes e passa por suas grandes decepções na vida amorosa e nas descobertas feitas em sua vida profissional. Será que é tão fácil assim? 


Já declarei na resenha do outro livro da Lauren (Falando o mais rápido que posso) o quanto sou apaixonada pelo trabalho dela enquanto atriz e enquanto escritora. De cara eu assumo: gostei mais do outro livro do que deste, porém Lauren permite que conheçamos Franny como a palma das nossas mãos e possamos nos colocar no lugar dela de imediato, desde o começo desta história.

No decorrer do livro, senti falta de um pouco mais de agilidade na história, porém torci muito pela personagem até o fim. Ela estabeleceu um prazo de 2 anos para alcançar o seu sonho, e foi lidando com todas as questões complicadas da vida adulta enquanto corria atrás dele. Talvez por ter uma idade próxima à da personagem, suas angústias tenham parecido muito reais para mim e eu tenha sentido vividamente cada um de seus dilemas, não sei. Mas esta foi uma personagem tão possivelmente real, que tornou o enredo do livro bastante interessante de acompanhar. 


No fim das contas, acredito que este é um livro que nos mostra o quanto precisamos lutar pelos nossos sonhos, mesmo diante de grandes desafios, dificuldades, e vontade de desistir. Assim como Franny, precisamos encontrar pessoas que sejam suporte e apoio nesse momento de sufoco na vida e que estejam sempre lá para nós. Jane e Dan foram personagens que me conquistaram, assim como Jane, e fizeram parte da história de forma muito singela e gostosa de acompanhar. Sentirei saudade desses três personagens, em especial. Talvez eu esteja com UM POUQUINHO de ressaca literária por eles... AH! E talvez seja porque Lauren Graham terminou o livro querendo me matar de ansiedade. Sim, um final daqueles que nos faz virar a página e pensar: “COMO ASSIM ACABOU??????”. Coisas da vida de leitores...




Brenda Sousa
21 anos. Baiana. Blogueira, leitora viciada, apaixonada por séries de TV. Graduanda em Fonoaudiologia. Criadora do @PostandoTrechos
0 Comentários | BLOGGER
Comentários | FACEBOOK

0 comentários:

Postar um comentário

 
© Postando Trechos, VERSION: 02 - Dentro do céu - Agosto/2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Maidy Lacerda
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo