Resenha – A morte no Nilo

sexta-feira, 30 de março de 2018

Título: A morte no Nilo
Autora: Agatha Christie
Número de páginas: 235
Editora: Nova Fronteira



Por: Brenda Sousa

“- [...] Parto do princípio de que é melhor não confiar em ninguém.”
– A morte no Nilo, Agatha Christie

Hércule Poirot estava em mais uma de suas tentativas de tirar férias e esquecer dos inúmeros casos de assassinato que já desvendou até então. Mas o perigo de ser tão bom detetive, quem sabe o melhor do mundo, é que os crimes jamais te deixam viver em paz. Em viagem ao Egito, com o único intuito de descansar e espairecer, Poirot se vê cercado de pessoas sedentas por vingança, lhe pedindo ajuda e declarando que corriam risco de morrer a qualquer momento, de forma brutal e insensível. Porém, o detetive só entra em cena quando o caso já aconteceu. Isso não o impede de estar sempre de olhos bem abertos e atento a cada passo, conversa e acontecimento ao seu redor.

Dentro de um navio no rio Nilo, Poirot tem como companhias pessoas ambiciosas, dentre ricos e humildes, aparentemente em uma viagem inocente e sem relações entre eles. No entanto, sua experiência e os boatos que ouve onde quer que vá já deixam bem claro que não é bem assim. Linnet Ridgeway é uma bela e riquíssima jovem, herdeira de uma herança muito significativa, prestes a completar seus 21 anos e finalmente tornar-se maior de idade. Está sempre cercada de pessoas que desejam seu dinheiro e sua beleza. Linnet está prestes a se casar com um rapaz de família rica e futuro próspero, quando, certo dia, uma de suas amigas, Jacqueline de Bellefort, diz querer lhe apresentar seu noivo, Simon Boyle. A partir daí as coisas começam a desandar. Linnet se apaixona por Simon e, dona de uma beleza irresistível, o tira de sua amiga. Jacqueline é tomada por uma raiva profunda e, quando o casal casa e entra em lua de mel, ela decide segui-los para cada lugar do mundo em que eles vão, culminando em uma viagem de navio pelo rio Nilo. Diversas outras peças de um quebra cabeça complexo começam a aparecer no mesmo navio, até o assassinato da nossa personagem principal. E agora Poirot mais uma vez perde a chance de curtir férias tranquilas e passa a investigar esta tão intrigante morte no Nilo...



Aqui em casa tem um quilômetro de livros de Agatha Christie e eu sempre vivia prometendo ler vários deles algum dia. Depois de assistir o filme “Expresso para o Oriente” (e errar DRASTICAMENTE o assassino, sob pena de ser julgada e zoada pelo meu melhor amigo até hoje), e descobrir que a próxima adaptação da autora será “A morte no Nilo”, decidi ler o livro para não dar a ele esse gostinho de me fazer passar vergonha com minhas capacidades investigativas novamente. Hahahaha’

Aí vem a surpresa de que... EU ADIVINHEI O(S) CULPADO(S)!!!!! Fiquei eufórica com isso sim, me aceitem. São muitas opções e minha cabecinha foi até o final com o mesmo palpite. Me senti feliz e tratei de mandar uma mensagem para meu amigo. Hahaha’ Em geral, a narrativa da autora é muito rápida e o personagem Hércule Poirot é extremamente divertido e intrigante, com seu jeito convencido e calmo de ser. Os capítulos passam rápido e a leitura vai te prendendo cada vez mais, te fazendo ficar sedento por respostas, especialmente quando o coronel Race, companheiro de Poirot nesta investigação, tenta todas as alternativas e não consegue tirar suas próprias conclusões.

Em geral é uma história um tanto quanto parecida com “Expresso para o Oriente”, inclusive a autora até cita uma parte desta história. No entanto isso não faz com que o livro perca seu encanto e seu poder de cativar o leitor a cada parágrafo lido. Eu super indico esta história para quem curte bons livros de investigação policial, sem enrolação e com acontecimentos guiados de forma muito bem articulada desde o primeiro capítulo até o último.




Brenda Sousa
21 anos. Baiana. Blogueira, leitora viciada, apaixonada por séries de TV. Graduanda em Fonoaudiologia. Criadora do @PostandoTrechos
0 Comentários | BLOGGER
Comentários | FACEBOOK

0 comentários:

Postar um comentário

 
© Postando Trechos, VERSION: 02 - Dentro do céu - Agosto/2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Maidy Lacerda
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo