Resenha – A garota que você deixou para trás

segunda-feira, 2 de abril de 2018
Título: A garota que você deixou para trás
Autora: Jojo Moyes
Número de páginas: 380
Editora: Intrínseca



Por: Brenda Sousa

“Isso também é suportável, dissera sua expressão. Talvez você não saiba agora. Mas você vai sobreviver.”
A garota que você deixou para trás, Jojo Moyes

Sophie Lefévre e seu marido Édouard Lefévre apaixonaram-se inusitadamente, como uma supresa da vida para ambos. E viveram seus bons anos de casamento, até o estouro da Primeira Guerra Mundial os separar, sem previsão de reencontro. Sophie passou a viver com sua irmã, irmão e sobrinhos, cuidando de um restaurante agora pouco movimentado, vivendo de migalhas e sofrendo com os avanços alemães na sua cidade na França. Édouard foi convocado para o front da Guerra, e todos os dias o maior desejo de Sophie é que eles esteja bem, ou talvez apenas vivo, em breve retornando para os seus braços. A única lembrança que tem dele é o quadro que ele pintou, a imagem dela, representada em diversas cores, com um olhar característico. Uma belíssima pintura, retrato de alguém que Sophie já não é mais.

De 1917 para 2006, a mesma pintura está na parede da casa de Olivia Halston. O quadro “A garota que você deixou para trás” foi presente de seu marido, pouco depois de se casarem, e virou um item de eterna lembrança do amor deles após a morte inesperada de David. Olivia mora na casa construída por seu marido, arquiteto talentoso e muito conhecido por suas belíssimas obras, e trabalha com frutos do que seu marido construiu. Faz 4 anos que é viúva, morando sozinha e com uma péssima relação com o pai, e só agora começa a enxergar a possibilidade de seguir adiante com sua vida amorosa. Ao conhecer Paul McCaferthy, também de forma muito inusitada (e por que não desagradável?), as coisas começam a tomar um rumo inesperado em seu coração. Mas ainda não seria hora de trazer a calmaria de volta à sua vida. O destino tem caminhos tortuosos para fazer as coisas andarem para a frente, e nem Liv nem Paul são capazes de controlar isso.


Eu ganhei este livro da Jojo a alguns anos atrás em um aniversário, porém ainda não tinha conseguido realizar a leitura. Ultimamente ele vinha chamando muito a minha atenção quando olhava para a estante e, através de uma enquete no nosso instagram (@postandotrechos) escolheram ele como minha leitura da vez. Todas, absolutamente TODAS as pessoas com quem já tive a oportunidade de conversar sobre esse livro me deram a mesma opinião: esta história é maravilhosa! E estou aqui para reverberar esta opinião. Jojo Moyes nos apresenta aos personagens de forma muito profunda, muito íntima, eu diria, e nos faz buscar mais e mais aproximação de cada um deles. Através de suas páginas podemos adentar no mais íntimo de cada personagem e atiçar nossa curiosidade pelo caminhar da história.

Gostei muito da forma como o livro é guiado entre passado e presente, com sua Parte I nos dando apenas uma pequena dimensão do que a história se tornaria nos capítulos seguintes. Liv se mostra uma mulher de muita garra, lutando por aquilo que acredita, até os últimos minutos. Uma personagem para nos inspirar mais e mais! Apesar de o livro trazes 2 romances importantes, o que mais chama atenção é o caráter histórico que a autora nos traz, permitindo uma reflexão sobre os períodos das duas grandes guerras e sobre um tema não muito discutido, que é o roubo de bens materiais de pessoas inocentes em ambos os períodos trágicos da história mundial.


O desfecho da história é surpreendente de uma forma muito coerente e sólida e me deixou de boca aberta e olhos cheios de lágrimas. É uma leitura para levar no coração, para levar como um dos livros inscritos na lista de favoritos, não só pela beleza e realidade com que cada acontecimento é guiado, quanto por ser equilibrado em seus propósitos, não se perdendo em nenhum momento e fechando a história de maneira consistente, deixando o leitor com uma intensa ressaca literária, sem acredita no que os olhos leem até a última página. Se já não for suficiente, afirmo: vale a pena a leitura!



Brenda Sousa
21 anos. Baiana. Blogueira, leitora viciada, apaixonada por séries de TV. Graduanda em Fonoaudiologia. Criadora do @PostandoTrechos
0 Comentários | BLOGGER
Comentários | FACEBOOK

0 comentários:

Postar um comentário

 
© Postando Trechos, VERSION: 02 - Dentro do céu - Agosto/2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Maidy Lacerda
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo